8 de out de 2013

Pequei! E agora? Aconselhamento e discipulado

Discipulado- Como aconselhar de forma biblicamente correta

Alguém chega até você desesperado porque, mesmo depois de sua conversão, cometeu um novo delito, caiu em pecado de forma deliberada, e, baseando-se no versículo de Hebreus 10.26-27, acredita que não há mais possibilidade de arrependimento e de perdão.
O texto ao qual esta pessoa se refere, diz: "Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados, mas uma certa expectação horrível de juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários." (Hb10:26-27).

E agora? Como você poderá aconselhar esta pessoa de forma bíblica? 

Aqui está o roteiro que eu utilizaria numa situação como esta. Espero que seja útil no desenvolvimento do seu ministério de aconselhamento e de discipulado:


Em primeiro lugar, eu leria novamente o texto com ela, mas desta vez, todo o capítulo, e lhe mostraria a que assunto cada parte do capítulo se refere: 

1) Cap.10.1- 18- Os sacrifícios antigos eram apenas paliativos; Jesus é o sacrifício suficiente, feito de uma vez por todas (explicaria a razão porque esses sacrifícios não eram suficientes e precisavam ser realizados todo ano); 

2) Explicaria que no cap. 10.9, Jesus falava acerca da Aliança da Graça, tempo que Ele inaugurou ao encarnar-se e ser, Ele próprio, o sacrifício definitivo e eficaz em nosso lugar; 

3) Diria ainda que, do v. 19- 23, o autor de Hebreus mostra para os crentes que agora, por meio do sacrifício de Cristo, temos livre acesso a Deus, sem necessidade da intermediação de sacerdote terreno, pois o Sumo-Sacerdote venceu e está à direita do Pai e voltará em breve, pois temos sua promessa, que não falhará; 

4) Naqueles versículos em que esta pessoa baseou a sua ideia de que não há mais perdão para o seu pecado, eu me deteria mais; mostrando que ali, o autor quer dizer que o pecado de apostasia não recebe perdão, pois aquele que apostata da fé renega o sacrifício vicário de Cristo, renega a obra do Espírito Santo, e aquele que blasfema contra o Espírito Santo não receberá perdão: "E a todo aquele que disser uma palavra contra o Filho do homem ser-lhe-á perdoada, mas ao que blasfemar contra o Espírito Santo não lhe será perdoado." (Lc 12.10). O texto de 1 Jo 3.3,6,9, mostra que aquele que verdadeiramente nasceu de novo, não terá desejo de viver pecando, ou seja, não peca deliberadamente: "Qualquer que permanece nele não peca; qualquer que peca não o viu nem o conheceu. E qualquer que nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo, como também ele é puro.Qualquer que é nascido de Deus não comete pecado; porque a sua semente permanece nele; e não pode pecar, porque é nascido de Deus." Mas, devo mostrar-lhe que, se porventura o salvo, ou seja, aquele que nasceu de novo cair em alguma tentação, imediatamente sentirá um grande pesar, seguido de pedido sincero de perdão a Deus, assim como fez o rei Davi, o qual recebeu o perdão de Deus. Não apenas haverá um mero reconhecimento de erro sem quaisquer atitudes para mudança imediata diante de Deus; mas o verdadeiro arrependimento, o qual gera frutos genuínos;



5) Leria ainda alguns textos para ela acerca de: 

a) Tentações

"Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca." (Mt 26.41);

"Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar." (I Co 10.13);

"Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar." (I Pe 5.8);

 "Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça." (Rm 6.14);

"Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe não caia. Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar." (I Co 10.11); 

"Se bem fizeres, não é certo que serás aceito? E se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo, mas sobre ele deves dominar." (Gn 4.7).

b) Pecado: 

"Bem-aventurado o homem que sofre a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam. Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta. Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência. Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte." (Tg 1.12-15);

"Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri. Dizia eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado." (Sl 32.5).

c) Duas atitudes diferentes para com o Pecado cometido: 

1) Ficar insensível, indiferente: 

"O que rouba a seu próprio pai, ou a sua mãe, e diz: Não é transgressão, companheiro é do homem destruidor." (Pv 28:24); 

"Quando eu guardei silêncio, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia. Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio." (Sl 32:3-4)
 

Ou...
2) Confessar: 


"O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia." (Pv. 28.13);  
"Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que é mal à tua vista, para que sejas justificado quando falares, e puro quando julgares." (Sl 51.4). 


d) Perdão:

"Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.
E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo." (1 Jo 2.1-2);

"Vinde então, e argüi-me, diz o Senhor: ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a branca lã." (Is 1:18);


"Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri. Dizia eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado. Por isso, todo aquele que é santo orará a ti, a tempo de te poder achar; até no transbordar de muitas águas, estas não lhe chegarão." (Sl 32:5-6) 

e) E, finalmente, Santificação: 

"Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros. Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira. Não deis lugar ao diabo. Aquele que furtava, não furte mais; antes trabalhe, fazendo com as mãos o que é bom, para que tenha o que repartir com o que tiver necessidade. Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem. E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção. Toda a amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmia e toda a malícia sejam tiradas dentre vós, antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo." (Ef 4.25-32)

"Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados; e andai em amor, como também Cristo vos amou, e se entregou a si mesmo por nós, em oferta e sacrifício a Deus, em cheiro suave." (Ef 5. 1-2).

"Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação" (1 Ts 4.3 a);

"Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor" (Hb 12:14)

Acredito que esta é a maneira correta de falar do amor de Deus para um novo convertido ou mesmo para um irmão já velho na fé que cometeu um pecado e está sentindo um tremendo pesar, o que demonstra que pecar para ele não é um prazer, mas aconteceu por acidente, e que ele não deseja mais continuar assim diante de Deus. 

A Missão da Igreja consiste em proclamar o Evangelho e ensinar tudo aquilo que o Senhor Jesus ensinou, levando os crentes a viverem cada vez mais dentro da vontade de Deus e para a glória de Deus; morrendo para si a cada dia e vivendo para Deus!

Ame, tenha compaixão pelo irmão que caiu! Não o oprima nem o despreze, mas seja você um instrumento que Deus vai usar para restaurá-lo, em nome de Jesus!


Receba nossas atualizações:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem-vindo(a) e obrigada por deixar comentários relevantes e por não postar como anônimo. Não publicarei comentários anônimos ou que contenham palavras depreciativas. Volte sempre para conferir as novas publicações do Blog! Visite também as postagens antigas (na barra lateral do Blog ou clicando no final da página em POSTAGENS MAIS ANTIGAS). Seja abençoado! Um abraço!

Depois disso, ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei? E quem há de ir por nós?

Depois disso, ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei? E quem há de ir por nós?
Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim." (Is 6.8)

Marcadores do Blog. Clique e leia os Artigos relacionados a cada tema.

A Bíblia para os povos A Missão da Igreja Ação Social da Igreja AMME Evangelizar Aplicativos para celular Aplicativos para Smartphone Aplicativos para Tablet Apoio aos Missionários sertanejos Campo Missionário Transcultural Carta Missionária comodismo compaixão compaixão pelas almas compaixão significado compromisso com Deus Congressos cristãos perseguidos Cuidado pastoral do Missionário Cultura da Bolívia cultura e práticas diabólicas Curiosidades Bíblicas Curso de Missões Urbanas definição de compaixão Dia da Bíblia Dia da Igreja perseguida Discipulado DNA Missions DOM- Departamento de Orientação Missionária Download de Slide de Missões é preciso olhar como Deus olha entrevista Equipe WDA Estados Unidos Eritreia Estratégias de Evangelismo etnocentrismo. Evangelho Evangelho de Jesus Evangelho Integral Evangelismo evangelização evangelização no Brasil Feliz Natal Compaixão pelas almas Ficha de apadrinhamento do Projeto Nova Vida fidelidade na pregação fidelidade no ministério frieza espiritual Gincana Missionária Guiné- Bissau Igreja Igreja e Missões Igreja local e missões Igreja Missionária Igreja perseguida imagens do Projeto Bolívia Informação Intercessão Missionária Investimento em Missões Janela 10X40 Jogral Jogral de Missões Jogral de Natal Jogral para Culto de Missões Jogral sobre a Volta de Jesus Cristo Kit Gay Lei da Mordaça Leis que tramitam no Congresso contra a igreja Levantamento de Recursos para Missões Liberdade de expressão da Igreja mantenedores de Missões Miss. Adriana Urban Missão da Igreja Missão e humildade Missão Integral Missio Blogs Missionária Missionária Tatiana Moura Missionários Missões Missões entre o povo Konkombas Missões entre os índios Missões na África Missões na Bolívia Missões na Espanha Missões no Brasil Missões no País de Gales Missões no Rio Grande do Norte Missões no sertão Missões no Sul da Espanha Missões Transculturais Missões Urbanas Natal New Life Project in Bolivia Notícias do Campo missionário na Bolívia Notícias do Campo Missionário na Espanha Notícias do Campo na Bolívia Notícias Missionárias Notícias Missionárias do Uzbequistão O crescimento do Islamismo no mundo O Evangelho contextualizado o que é compaixão? o que é sincretismo o retorno ao Evangelho da Cruz Obra Missionária omissão Oração e ação Oração e Missões Padre se converte ao Evangelho na cidade de Sousa Países onde há perseguição aos cristãos Pastor Zapatta perfil Missionário PL 122/2006 Portas Abertas Pr. Ronaldo Lidório Pr. Sidney Xaxá Pregação Projeto África Projeto Bolívia Projeto Bolívia 2010 Projeto de Lei de Marta Suplicy Projeto Janela 10/40 Projeto Missionário Projeto Missionário Transcultural Projeto Nova Vida Projeto Nova Vida na Bolívia Proyecto Nueva vida recursos para conferência missionária recursos para culto de missões Recursos para Missões reflexão missionária Reflexões sobre Missões Reflexões sobre o Natal Responsabilidade social da Igreja Ronaldo Lidório segmentos menos evangelizados sincretismo sincretismo afro-brasileiro Slide de Missões sobre o Brasil Slide de Missões-Brasil Slides de Missões soldado de Cristo STEC João Pessoa testemunho cristão Trabalho evangelístico com jovens adolescentes e crianças Tradução da Bíblia Tribos Urbanas verdadeiro Evangelho de Jesus Vídeo Aline Barros Vem que está chegando o Natal Vídeo sobre o Crescimento do Islamismo no mundo ocidental Vídeo Voices Natal VINACC Visão Nacional da Consciência cristã Visão 2025 Visão Missionária visto para missionário Zapatta Piura-Perú