24 de jun de 2013

Pastor Zapatta- um exemplo de renúncia e dedicação na Obra do Senhor


Há um pastor sobre o qual gostaria de compartilhar algumas palavras, pois ele nos deixou um grande exemplo de dedicação e renúncia a seus próprios temores e complexos,  deixando-se expor aos olhares de todos para levar o Evangelho aos perdidos.  Este pastor chama-se Francisco Zapatta, e pastoreou por muito tempo a Iglesia Cristiana Luz Admirable, em Piura, no Peru.

Às vezes nós, por tão insignificantes motivos não queremos nos expor, não queremos ter os olhos das pessoas em nós ("eu sou muito gordo", "eu tenho uma deficiência física", "eu não sei falar direito", "eu tenho espinhas no rosto", enfim, "enes" desculpas que arranjamos), ou ainda, porque estamos com uma enfermidade leve, a qual, de fato, não nos impediria de sair de casa, ou porque não é de carro, ou porque está chovendo demais ou fazendo sol demais; e assim, vamos nos recolhendo em um casulo que nós mesmos criamos e deixamos de fazer a obra de Deus, desde dentro de nossas casas, ou na rua em que moramos, o lugar em que trabalhamos, nossa cidade, e aos confins do mundo. 

A Bíblia nos dá um exemplo de um homem chamado Gideão, o qual fora convocado pelo Senhor para livrar o seu povo das mãos dos midianitas. Gideão relutou, mas enfim, obedeceu, e convocou a todos para guerrearem com ele. Agora Gideão tinha diante de si uma multidão de homens aparentemente dispostos a guerrear, porém, Deus fez com que restassem apenas 300 (Juízes 7). E agora, Gideão? O que fazer? Porém, Deus trouxe à memória de Gideão a razão pela qual deixou aquele número tão pequeno: Para que o povo não se gloriasse no seu próprio braço pela conquista, mas que reconhecesse que o poder e o livramento foi exclusivamente de Deus (Juízes 7.2). A história de Gideão nos faz perceber que quando Deus ordena, Ele também vai conosco e nos sustenta, não importando o nosso número ou a nossa capacidade física ou intelectual. 

Temos ainda o exemplo de Moisés, o qual quis colocar obstáculos diante do chamado de Deus: "Senhor, sou pesado de língua" (provavelmente ele era gago, ou achava que seu modo de falar era por demais simples para tão grande missão), porém, lembremo-nos da resposta de Deus para ele: "Quem fez a tua boca, Moisés?" Não importa a nossa limitação humana, nossos medos, nossa insegurança, Deus tem o poder de fazer-nos suplantá-las para a Sua glória, e assim, a Sua Obra será realizada. Mas para isso é necessário que antes de mais nada, eu e você façamos como Isaías, que ao ser chamado, reconhecendo seu estado de homem pecador como limitação fora por Deus purificado e pôde entregar-se completamente, dizendo: "Eis-me aqui, Senhor! Envia-me a mim!" Uma palavra bem simples resume o que Deus quer de nós, e chama-se DISPOSIÇÃO. Se o nosso coração se dispõe, Deus faz o resto, pois Ele é o dono da Obra. O pastor Zapatta tornou-se para mim um grande exemplo pelo seu viver dedicado ao Senhor. O seu testemunho me marcou como cristã, e me mostrou o quanto as nossas picuinhas muitas vezes se tornam empecilhos para que a Obra do Senhor seja realizada. Às vezes queremos culpar o Diabo pela nossa negligência, preguiça e omissão, mas na verdade, somos nós mesmos que nos escondemos por trás destas coisas tão pequenas diante da importância da propagação do Evangelho, e nada fazemos.

Alguém já disse que quem quer fazer faz, quem não quer fazer arranja uma desculpa. Que desculpa estamos dando para não ser testemunha de Deus onde estamos ou onde vamos? Deus já nos deu a Grande comissão: IDE. O que estamos esperando? Que ele venha dizer de novo?
Lembremo-nos: A glória é de Deus. O tesouro dele está em vasos de barro, os quais somos nós, cheios de limitações, para que reconheçamos que Ele é quem deve aparecer sempre, que nós somos apenas o meio, instrumentos dEle. 
Devemos anular nossos "não-me-toque" e abrirmos a nossa boca ao mundo com ousadia no poder do Espírito Santo, a tempo e fora de tempo, sem cessar. O mundo clama! E nós? O que estamos fazendo? 

Conheça mais sobre o testemunho deste nosso saudoso irmão neste vídeo:


21 de jun de 2013

Desafio do cristão em nossos dias

"Bem-aventurado aquele servo que o seu Senhor, quando vier, achar servindo assim." (Mt 24.46)

Todos os cristãos, em todas as épocas e lugares certamente enfrentaram grandes desafios em sua trajetória neste mundo onde buscaram glorificar de fato a Deus. Sem dúvida, ser testemunha fiel de Cristo geralmente implica dificuldades na vida do cristão. E conosco não tem sido diferente. Mas é para isto  que o Senhor nos chamou, para vencermos porque Ele venceu.
Sabemos que no Dia da volta de Cristo todo aquele que for encontrado servindo fiel e diligentemente receberá seu galardão de Suas mãos. Portanto, é necessário encararmos este desafio! 
Este desafio constante envolve diversos aspectos e é vital que nos empenhemos em vencê-lo dia a dia, transformados pela Palavra de Deus, cheios do Espírito Santo e em constante oração. Do contrário, serão meros esforços humanos, que no final queimarão como palha, pois o Senhor sonda o nosso coração.

Eis o desafio do cristão desta nossa geração: 

Ser, de fato, SERVO de Cristo; não negociar a sua fé pelas iguarias do mundo ou por honrarias e aplausos terrenos (Tg 4.4); denunciar o pecado chamando-o do que é: PECADO, como o fez João Batista (Mt 14.3-4); estar disposto a ir até o fim pelo Cordeiro, assim como foram os nossos irmãos mencionados em Hebreus 11. 36-38; anelarmos e corrermos em prol da salvação de almas bem mais do que corremos em prol de nós mesmos (Mt 6.33; Mt 28.18-20); buscar a Deus com toda a nossa alma e com todas as nossas forças, mas sem nos transformarmos em alienados quanto ao que acontece ao nosso redor no mundo todo, e a partir desta atitude, como Igreja do Senhor, posicionar-se contra tudo quanto se levanta contra Deus e contra a sua Palavra inspirada e infalível; avançar contra as portas do inferno, as quais não prevalecerão contra a Igreja do Senhor, proclamando o evangelho- a loucura da pregação- que é poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê. 

Os dias são maus, e a Igreja do Senhor não pode ficar tímida, recuada e muito menos omissa diante desta realidade. A Bíblia nos diz que aquele que sabe o bem que deve fazer e não o faz, está pecando (Tg 4.17). 

Precisamos não apenas dizer que Jesus é o nosso SENHOR, mas de fato e de verdade vivermos diante dEle como tal; precisamos não apenas dizer que somos amigos de Jesus enquanto a nossa desobediência aos seus decretos e à Sua Grande Comissão dada a todos os crentes nos acusa; mas devemos lembrar-nos sempre das palavras do nosso Jesus quando diz: "Sereis , de fato, meus amigos, se fizerdes o que vos mando" (Jo 15.14). Por que ficamos parados enquanto as pessoas perecem? Deus as chama, o Espírito Santo opera a regeneração neles, mas isto acontece mediante a pregação do evangelho. E como ouvirão se não há quem pregue? Não sejamos tímidos, nem vagarosos no labor da seara; os campos estão brancos, mas onde estamos nós, os trabalhadores? Qual tem sido a nossa ocupação? 

O que eu e você estamos fazendo diante deste grande desafio? Participe! Deixe o seu comentário.

Depois disso, ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei? E quem há de ir por nós?

Depois disso, ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei? E quem há de ir por nós?
Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim." (Is 6.8)

Marcadores do Blog. Clique e leia os Artigos relacionados a cada tema.

A Bíblia para os povos A Missão da Igreja Ação Social da Igreja AMME Evangelizar Aplicativos para celular Aplicativos para Smartphone Aplicativos para Tablet Apoio aos Missionários sertanejos Campo Missionário Transcultural Carta Missionária comodismo compaixão compaixão pelas almas compaixão significado compromisso com Deus Congressos cristãos perseguidos Cuidado pastoral do Missionário Cultura da Bolívia cultura e práticas diabólicas Curiosidades Bíblicas Curso de Missões Urbanas definição de compaixão Dia da Bíblia Dia da Igreja perseguida Discipulado DNA Missions DOM- Departamento de Orientação Missionária Download de Slide de Missões é preciso olhar como Deus olha entrevista Equipe WDA Estados Unidos Eritreia Estratégias de Evangelismo etnocentrismo. Evangelho Evangelho de Jesus Evangelho Integral Evangelismo evangelização evangelização no Brasil Feliz Natal Compaixão pelas almas Ficha de apadrinhamento do Projeto Nova Vida fidelidade na pregação fidelidade no ministério frieza espiritual Gincana Missionária Guiné- Bissau Igreja Igreja e Missões Igreja local e missões Igreja Missionária Igreja perseguida imagens do Projeto Bolívia Informação Intercessão Missionária Investimento em Missões Janela 10X40 Jogral Jogral de Missões Jogral de Natal Jogral para Culto de Missões Jogral sobre a Volta de Jesus Cristo Kit Gay Lei da Mordaça Leis que tramitam no Congresso contra a igreja Levantamento de Recursos para Missões Liberdade de expressão da Igreja mantenedores de Missões Miss. Adriana Urban Missão da Igreja Missão e humildade Missão Integral Missio Blogs Missionária Missionária Tatiana Moura Missionários Missões Missões entre o povo Konkombas Missões entre os índios Missões na África Missões na Bolívia Missões na Espanha Missões no Brasil Missões no País de Gales Missões no Rio Grande do Norte Missões no sertão Missões no Sul da Espanha Missões Transculturais Missões Urbanas Natal New Life Project in Bolivia Notícias do Campo missionário na Bolívia Notícias do Campo Missionário na Espanha Notícias do Campo na Bolívia Notícias Missionárias Notícias Missionárias do Uzbequistão O crescimento do Islamismo no mundo O Evangelho contextualizado o que é compaixão? o que é sincretismo o retorno ao Evangelho da Cruz Obra Missionária omissão Oração e ação Oração e Missões Padre se converte ao Evangelho na cidade de Sousa Países onde há perseguição aos cristãos Pastor Zapatta perfil Missionário PL 122/2006 Portas Abertas Pr. Ronaldo Lidório Pr. Sidney Xaxá Pregação Projeto África Projeto Bolívia Projeto Bolívia 2010 Projeto de Lei de Marta Suplicy Projeto Janela 10/40 Projeto Missionário Projeto Missionário Transcultural Projeto Nova Vida Projeto Nova Vida na Bolívia Proyecto Nueva vida recursos para conferência missionária recursos para culto de missões Recursos para Missões reflexão missionária Reflexões sobre Missões Reflexões sobre o Natal Responsabilidade social da Igreja Ronaldo Lidório segmentos menos evangelizados sincretismo sincretismo afro-brasileiro Slide de Missões sobre o Brasil Slide de Missões-Brasil Slides de Missões soldado de Cristo STEC João Pessoa testemunho cristão Trabalho evangelístico com jovens adolescentes e crianças Tradução da Bíblia Tribos Urbanas verdadeiro Evangelho de Jesus Vídeo Aline Barros Vem que está chegando o Natal Vídeo sobre o Crescimento do Islamismo no mundo ocidental Vídeo Voices Natal VINACC Visão Nacional da Consciência cristã Visão 2025 Visão Missionária visto para missionário Zapatta Piura-Perú