18 de dez de 2010

Tribos urbanas: A igreja está preparada para recebê-las?

Muito se ouve falar sobre pregar o Evangelho a toda criatura, sobre cumprir o IDE do Senhor, porém, poucas igrejas podem afirmar que estão preparadas para evangelizar , ou mesmo para receberem em seu convívio a "toda criatura".

Infelizmente no meio cristão ainda existe algo chamado preconceito, ou ainda outro fator chamado medo do diferente; medo de se aproximar, talvez por não saber em exatamente por onde devam começar o diálogo com pessoas que não lhes são "comuns". E infelizmente, estes fatores têm prejudicado o avanço da igreja com relação a Missões Urbanas. Quando dizemos que sentimos compaixão pelas almas, precisamos entender que esta compaixão não deve estar restrita apenas àqueles que são alfabetizados, que têm emprego, que têm uma casa para morar, que realmente podem dizer que têm um Lar- uma família, que se vestem e falam como nós, que são consideradas como "pessoas comuns" pela sociedade; mas estendida a todo o mundo.
E quanto ao que devemos falar, é certo que o Espírito Santo nos dá a palavra na boca,mas também lemos na Bíblia que devemos nos apresentar a Deus como obreiros que não têm de que se envergonhar e que manejam bem a Palavra da Verdade. Portanto, além de querermos evangelizar, além de orarmos antes de sair ao campo, devemos também buscar capacitação, não apenas espiritual.

Leia este trecho imaginando cada um desses grupos e busque sentir compaixão por eles: Quando Jesus disse "Ide, pregai o Evangelho a toda a criatura" ele está dizendo para nós: "Ide, pregai o Evangelho aos pobres, aos ricos, aos milionários, aos homossexuais (gays e lésbicas), aos drogados (em drogas legais e ilegais), aos viciados em jogo (apostas e eletrônicos), aos que foram abandonados em azilos pela própria família, aos presidiários, aos mendigos, às prostitutas e prostitutos, aos favelados, (pessoas de bem e marginais que vivem nas favelas) aos hospitalizados, aos atletas, aos sedentários, aos circenses, aos turistas, aos indígenas, aos empresários, aos cultos, aos analfabetos, aos sertanejos, e também aos diversos grupos que vivem nas grandes Metrópoles, aos Emos, aos hippies, aos ciganos, aos surfistas, aos bad boys, às patricinhas, aos mauricinhos, aos viciados em Shopping Centers, aos góticos, aos Nerds, aos Hip hoppers, aos punks, aos grafiteiros, aos Skinheads (os carecas brasileiros), aos Skatistas, aos metaleiros, aos roqueiros, aos reguerios, aos forrozeiros, aos pagodeiros, aos cirandeiros, aos baladeiros, etc...

Você já parou para pensar na diversidade de pessoas que estão aí sedentas de salvação? Como está a igreja para receber estas pessoas e para acompanhá-las de forma eficaz e proveitosa? Como será que os irmãos da sua igreja e da minha igreja reagiriam diante de cada uma destas pessoas, principalmente das que vêm de tribos urbanas, que usam roupas e acessórios extravagantes e bem diferentes do que estamos acostumados a conviver?

Devemos reconhecer que falta muito a nós para estarmos aptos para tanto. Pois não bastaria dizermos que as receberíamos numa maior, porque não é bem assim; estamos falando aqui de realidades totalmente diferentes, sem falar dos diferentes problemas que cada uma delas traz , de marcas diferentes deixadas por diversos sofrimentos, opressões psicológicas, problemas de relacionamento com as suas famílias, muitas vezes por não aceitarem o modo de vida que escolheram (embora tenham sido más escolhas), da dificuldade que elas terão para se adaptarem a um grupo novo, tão diferente delas. É muito importante que se levamte este questionamento, pois creio que já está mais do que na hora de a igreja procurar se especializar a esse respeito, buscando mais Graça, enchimento do Espírito Santo, conhecimento, tanto bíblico, quanto científico, psicológico, sociológico, cultural, enfim, para obtermos sucesso no Evangelismo, e não apenas no Evangelismo, mas principalmente durante todo o tempo a partir da conversão destas pessoas. Não adianta realizarmos Mega Eventos, onde muitas pessoas provenientes dos grupos que mencionei, principalmente das tribos urbanas vêm até à frente para receber oração, se depois, por falta de um bom preparo, não saberemos o que fazer para com elas.

Precisamos despertar para esta necessidade da igreja! A igreja precisa avançar ainda mais contra o inferno cujas portas não prevalecerão contra ela! Mas, assim como o Espírito Santo falou à igreja em Antioquia "Separai-me a Paulo e a Barnabé para uma obra que os tenho designado" precisamos, como igreja do Senhor, diante deste contexto em que estamos inseridos, buscarmos capacitação para cumprirmos a Missão a qual o Senhor nos designou em Mateus 28. 16-20. É bem verdade que Deus capacita ao que chama, mas é também verdade que ele se utiliza dos recursos dos quais pudermos dispor para, por meio deles nos tornar aptos a realizar a sua Obra de maneira mais eficaz, para a glória do Seu Nome.

Preguemos o Evangelho genuíno de Cristo, dizendo que pecado É pecado e proclamemos a Verdade a TODOS, independente de sua situação ou tribo ("Todos pecaram" Rm 3.23).

Precisamos refletir se estamos devidamente preparados para falar com estas pessoas, não aquilo que gostariam de ouvir, mas o que Deus quer que elas escutem, de forma sábia; sem agredí-las, nem depreciá-las. Pois o Senhor Jesus sabia como se aproximar de cada pessoa, e utilizava de vários estilos literários: Parábolas, fatos do cotidiano daquelas pessoas, enfim, a sua mensagem era a verdade contextualizada, ele falava de maneira que as pessoas compreendessem e fossem tocadas e transformadas.
Todos os salvos que compõem a igreja do Senhor devem ter esta preocupação, tanto em pregar por onde andarem, tanto em acompanhar de forma mais direta e efetiva estas pessoas também dentro das paredes do templo, pois a obra quem faz é o Espítiro Santo, mas somos seus instrumentos aqui para conduzi-las à Verdade que é Cristo.


Abaixo há fotos de algumas das Tribos Urbanas:

Olhe para cada um destes grupos, peça a Deus que encha o seu coração de amor e compaixão, interceda por estes grupos. Prepare-se, aproxime-se deles, diga para elas que Jesus as ama; mas faça algo mais, exponha a Palavra de Deus de forma a mostrá-la a sua real condição diante de Deus, sem ofendê-las, as conduza a achegarem-se a Deus, e, tendo feito isso, não as deixe, mas forme um grupo de irmãos capacitados, aptos para um acompanhamento, o qual não é por um determinado período, mas sempre; e assim, você terá cumprido eficazmente a sua Missão.

Slides Tribos Urbanas

Receba nossas atualizações:

Um comentário:

  1. Ana, parabéns pela postagem. Muitos que se dizem Cristãos não tem iniciativa e muitas vezes coragem de abordar esse tema. Parabéns pela atitude, precisamos de mais Cristãos como você. Parabéns também pelo Blog, acompanho diariamente. Que a paz de Nosso Senhor Jesus Cristo esteja contigo.
    Blog Diniz K-9
    http://dinizk9.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Seja Bem-vindo(a) e obrigada por deixar comentários relevantes e por não postar como anônimo. Não publicarei comentários anônimos ou que contenham palavras depreciativas. Volte sempre para conferir as novas publicações do Blog! Visite também as postagens antigas (na barra lateral do Blog ou clicando no final da página em POSTAGENS MAIS ANTIGAS). Seja abençoado! Um abraço!

Depois disso, ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei? E quem há de ir por nós?

Depois disso, ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei? E quem há de ir por nós?
Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim." (Is 6.8)

Marcadores do Blog. Clique e leia os Artigos relacionados a cada tema.

A Bíblia para os povos A Missão da Igreja Ação Social da Igreja AMME Evangelizar Aplicativos para celular Aplicativos para Smartphone Aplicativos para Tablet Apoio aos Missionários sertanejos Campo Missionário Transcultural Carta Missionária comodismo compaixão compaixão pelas almas compaixão significado compromisso com Deus Congressos cristãos perseguidos Cuidado pastoral do Missionário Cultura da Bolívia cultura e práticas diabólicas Curiosidades Bíblicas Curso de Missões Urbanas definição de compaixão Dia da Bíblia Dia da Igreja perseguida Discipulado DNA Missions DOM- Departamento de Orientação Missionária Download de Slide de Missões é preciso olhar como Deus olha entrevista Equipe WDA Estados Unidos Eritreia Estratégias de Evangelismo etnocentrismo. Evangelho Evangelho de Jesus Evangelho Integral Evangelismo evangelização evangelização no Brasil Feliz Natal Compaixão pelas almas Ficha de apadrinhamento do Projeto Nova Vida fidelidade na pregação fidelidade no ministério frieza espiritual Gincana Missionária Guiné- Bissau Igreja Igreja e Missões Igreja local e missões Igreja Missionária Igreja perseguida imagens do Projeto Bolívia Informação Intercessão Missionária Investimento em Missões Janela 10X40 Jogral Jogral de Missões Jogral de Natal Jogral para Culto de Missões Jogral sobre a Volta de Jesus Cristo Kit Gay Lei da Mordaça Leis que tramitam no Congresso contra a igreja Levantamento de Recursos para Missões Liberdade de expressão da Igreja mantenedores de Missões Miss. Adriana Urban Missão da Igreja Missão e humildade Missão Integral Missio Blogs Missionária Missionária Tatiana Moura Missionários Missões Missões entre o povo Konkombas Missões entre os índios Missões na África Missões na Bolívia Missões na Espanha Missões no Brasil Missões no País de Gales Missões no Rio Grande do Norte Missões no sertão Missões no Sul da Espanha Missões Transculturais Missões Urbanas Natal New Life Project in Bolivia Notícias do Campo missionário na Bolívia Notícias do Campo Missionário na Espanha Notícias do Campo na Bolívia Notícias Missionárias Notícias Missionárias do Uzbequistão O crescimento do Islamismo no mundo O Evangelho contextualizado o que é compaixão? o que é sincretismo o retorno ao Evangelho da Cruz Obra Missionária omissão Oração e ação Oração e Missões Padre se converte ao Evangelho na cidade de Sousa Países onde há perseguição aos cristãos Pastor Zapatta perfil Missionário PL 122/2006 Portas Abertas Pr. Ronaldo Lidório Pr. Sidney Xaxá Pregação Projeto África Projeto Bolívia Projeto Bolívia 2010 Projeto de Lei de Marta Suplicy Projeto Janela 10/40 Projeto Missionário Projeto Missionário Transcultural Projeto Nova Vida Projeto Nova Vida na Bolívia Proyecto Nueva vida recursos para conferência missionária recursos para culto de missões Recursos para Missões reflexão missionária Reflexões sobre Missões Reflexões sobre o Natal Responsabilidade social da Igreja Ronaldo Lidório segmentos menos evangelizados sincretismo sincretismo afro-brasileiro Slide de Missões sobre o Brasil Slide de Missões-Brasil Slides de Missões soldado de Cristo STEC João Pessoa testemunho cristão Trabalho evangelístico com jovens adolescentes e crianças Tradução da Bíblia Tribos Urbanas verdadeiro Evangelho de Jesus Vídeo Aline Barros Vem que está chegando o Natal Vídeo sobre o Crescimento do Islamismo no mundo ocidental Vídeo Voices Natal VINACC Visão Nacional da Consciência cristã Visão 2025 Visão Missionária visto para missionário Zapatta Piura-Perú