27 de mai de 2010

Carta do Missionário Eliel- que está auxiliando o Pr. Wellignton no Campo de Cochabamba-Bolívia

E chegava mais um domingo. Saí para participar da Escola Bíblica Dominical e caminhava apressadamente pela rua calçada com pequenas pedras irregulares que me levaria até a avenida onde fica nossa igreja, percurso é de mais ou menos 530 metros. Nossa EBD começa às 10:30h e vai até o meio-dia, esse horário é para atender a duas necessidades: o frio matinal e os irmaos que vivem em áreas distantes da igreja. Voltando a falar da caminhada entre a casa e a igreja, enquanto caminhava, via pessoas pela rua, gente simples, camponeses que deixaram o campo em busca de uma vida melhor na cidade, mulheres que usam a invariável vestimenta tradicional cochabambina (saia a altura do joelho feita de veludo armada sobre várias anáguas, blusa rendada, chapeu branco), vizinhos que se comunicam entre si no idioma quetchua do qual eu só sei uma frase: "mana q'chua parla ni'chu" (eu nao sei falar quetchua). Já me tornei conhecido de boa parte dos moradores, creio que sou o único careca da regiao e sempre nos cumprimentamos com "¡Buenos días!", seguramente essas pessoas foram visitadas pelos participantes do Projeto Bolívia 2010.


Nao pude deixar de pensar no quanto queria ver a igreja cheia com essas pessoas. Algumas já tive a oportunidade de convidar mais de uma vez, mas até o momento nao tive o prazer de recebê-las nos nossos cultos. A essa altura eu já estava a poucos passos da igreja e me preparava psicológicamente para visualizar nosso grupo reduzido de irmaos, realidade de uma igreja em processo de plantaçao (ou implantaçao, como preferem alguns), ainda mais na Bolívia onde as pessoas nao costumam a frequentar uma igreja duas vezes no mesmo dia - ou vao ao culto matinal ou ao culto vespertino.


Já na porta da igreja fui surpreendido: o templo estava tao cheio que havia pessoas sentadas no chao. Demorei para entender o que estava acontecendo enquanto as perguntas borbulhavam na minha cabeça (Quem sao essas pessoas? Como chegaram aqui? Onde vivem? Sao crentes ou visitantes nao-convertidos? Que vamos fazer pra acomodar tanta gente?) e muitas outras... Parecia um sonho e por alguns segundo cri que estava mesmo sonhando. Logo procurei o pastor e ele, tao supreeendido quanto eu, me explicou que se tratava de um grupo de internas de um orfanato evangélico da regiao que nos estava visitando naquela manha. Os irmaos da igreja foram repetindo a cara de espanto, um a um, a medida que chegavam para aquela reuniao. Meio assustados e totalmente felizes preparamos um programa para atender ao grupo com classes bíblicas.


O diretor do orfanato comunicou que o grupo estará congregando-se conosco, o que muito nos alegrou!!! O grupo faz uma caminhada de 30 minutos para chegar até a igreja. Agora tínhamos um problema: o lugar que usávamos para a classe de crianças se tornou muito pequeno, algumas ficavam expostas ao sol e outras se expremiam compartilhando uma cadeira para duas pessoas enquanto outras tinham que assistir a aula em pé. A situaçao era ainda mais delicada porque a dona desse espaço estava querendo aumentar o valor do aluguel em 22%, quando o combinado era que isso só ia acontecer no próximo ano. Nos reunimos para orar especificamente por esse assunto e já nao sabíamos ao certo o que fazer. Chegamos a sondar o terraço da casa vizinha onde funciona uma loja de peças automotivas, mas o lugar nao parecia muito melhor.


O Pr. Wellington procurou a dona do lugar que estávamos usando pra tentar chegar a uma conciliaçao sobre o aluguel. Deus nos surpreendeu uma vez mais: A senhora reconheceu que o acordo seria que o aluguel aumentaria em 2011, nos ofereceu gratuitamente um espaço amplo nos fundos da casa onde poderíamos ter uma classe de adolescentes, colocou as cadeiras que aluga à nossa disposiçao (e sem custos) e ainda ofereceu seu micro-ônibus para levar os internos do orfanato depois da escola dominical cobrando o valor da passagem normal, algo como R$ 0,40. Nem preciso falar da nossa alegria!!!


Nesse domingo nossa classe completará um mês. No início as adolescentes do orfanato estavam muito tímidas, nao falavam e quando o faziam cobriam a boca com a mao ou encobriam o rosto com os cabelos. Hoje, graças a Deus, estao mais abertas, participam da aula mais espontaneamente e no domingo passado tivemos uma grande vitória: 5 delas foram à frente, acompanhadas de dois adolescentes que já congregavam com a gente e, diante de toda a igreja, recitaram o nome dos 27 livros do Novo Testamento.
A cada semana Deus tem acrescentado à igreja novas pessoas.


No próximo sábado estaremos realizando um mutirao para pintar a igreja e prepará-la para o inverno que já está dando sinais. Precisamos de colocar uma porta de vidro que poderá estar fechada nos horários de culto e ainda assim as pessoas verao que estamos aí. Estamos no outono e as temperaturas já estao nos 6ºC, logo chegará o inverno e as previsoes sao de temperatura bem mais baixas. Famílias inteiras se comprometeram de estar somando esforços conosco durante todo o dia, algumas irmas cozinharao e todos trabalharemos juntos.


A vinda do pessoal do orfanato nos trouxe novo ânimo mas nao foi um fato isolado, muitas pessoas tem chegado até a igreja. Famílias inteiras tem vindo aos cultos e vejo a açao de Deus atraindo pessoas. Nós temos nos esforçado para prover um discipulado consistente, uma assistencia às famílias, dar oportunidade aos irmaos no serviço cristao, continuar evangelizando e buscando em tudo glorificar a Deus. Deus sempre nos surpreende, tem operado de uma forma maravilhosa que vai muito mais além do que pedimos ou pensamos. Às vezes nos sentimos pequenos, inadequados, irrelevantes, caminhamos a caminhada crista por um caminho difícil, pedregoso, desértico. Em momento um momento assim o Senhor me levou a um oásis, renovou minhas forças e me mostrou que o agir é dEle, o poder é dEle e que Ele detém o controle de todas as coisas e mesmo sendo totalmente auto-suficiente, Ele escolheu contar comigo - apesar das minhas limitaçoes - na Sua Obra. Eu que pensava que andava por um caminho de pedras, na verdade estava indo pelo caminho das pedras: depender do Senhor. Existe privilégio maior?
"Porque de Él, y por Él, y para Él, son todas las cosas. A Él sea la gloria por los siglos. Amén" Rm. 11:36

Receba nossas atualizações:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem-vindo(a) e obrigada por deixar comentários relevantes e por não postar como anônimo. Não publicarei comentários anônimos ou que contenham palavras depreciativas. Volte sempre para conferir as novas publicações do Blog! Visite também as postagens antigas (na barra lateral do Blog ou clicando no final da página em POSTAGENS MAIS ANTIGAS). Seja abençoado! Um abraço!

Depois disso, ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei? E quem há de ir por nós?

Depois disso, ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei? E quem há de ir por nós?
Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim." (Is 6.8)

Marcadores do Blog. Clique e leia os Artigos relacionados a cada tema.

A Bíblia para os povos A Missão da Igreja Ação Social da Igreja AMME Evangelizar Aplicativos para celular Aplicativos para Smartphone Aplicativos para Tablet Apoio aos Missionários sertanejos Campo Missionário Transcultural Carta Missionária comodismo compaixão compaixão pelas almas compaixão significado compromisso com Deus Congressos cristãos perseguidos Cuidado pastoral do Missionário Cultura da Bolívia cultura e práticas diabólicas Curiosidades Bíblicas Curso de Missões Urbanas definição de compaixão Dia da Bíblia Dia da Igreja perseguida Discipulado DNA Missions DOM- Departamento de Orientação Missionária Download de Slide de Missões é preciso olhar como Deus olha entrevista Equipe WDA Estados Unidos Eritreia Estratégias de Evangelismo etnocentrismo. Evangelho Evangelho de Jesus Evangelho Integral Evangelismo evangelização evangelização no Brasil Feliz Natal Compaixão pelas almas Ficha de apadrinhamento do Projeto Nova Vida fidelidade na pregação fidelidade no ministério frieza espiritual Gincana Missionária Guiné- Bissau Igreja Igreja e Missões Igreja local e missões Igreja Missionária Igreja perseguida imagens do Projeto Bolívia Informação Intercessão Missionária Investimento em Missões Janela 10X40 Jogral Jogral de Missões Jogral de Natal Jogral para Culto de Missões Jogral sobre a Volta de Jesus Cristo Kit Gay Lei da Mordaça Leis que tramitam no Congresso contra a igreja Levantamento de Recursos para Missões Liberdade de expressão da Igreja mantenedores de Missões Miss. Adriana Urban Missão da Igreja Missão e humildade Missão Integral Missio Blogs Missionária Missionária Tatiana Moura Missionários Missões Missões entre o povo Konkombas Missões entre os índios Missões na África Missões na Bolívia Missões na Espanha Missões no Brasil Missões no País de Gales Missões no Rio Grande do Norte Missões no sertão Missões no Sul da Espanha Missões Transculturais Missões Urbanas Natal New Life Project in Bolivia Notícias do Campo missionário na Bolívia Notícias do Campo Missionário na Espanha Notícias do Campo na Bolívia Notícias Missionárias Notícias Missionárias do Uzbequistão O crescimento do Islamismo no mundo O Evangelho contextualizado o que é compaixão? o que é sincretismo o retorno ao Evangelho da Cruz Obra Missionária omissão Oração e ação Oração e Missões Padre se converte ao Evangelho na cidade de Sousa Países onde há perseguição aos cristãos Pastor Zapatta perfil Missionário PL 122/2006 Portas Abertas Pr. Ronaldo Lidório Pr. Sidney Xaxá Pregação Projeto África Projeto Bolívia Projeto Bolívia 2010 Projeto de Lei de Marta Suplicy Projeto Janela 10/40 Projeto Missionário Projeto Missionário Transcultural Projeto Nova Vida Projeto Nova Vida na Bolívia Proyecto Nueva vida recursos para conferência missionária recursos para culto de missões Recursos para Missões reflexão missionária Reflexões sobre Missões Reflexões sobre o Natal Responsabilidade social da Igreja Ronaldo Lidório segmentos menos evangelizados sincretismo sincretismo afro-brasileiro Slide de Missões sobre o Brasil Slide de Missões-Brasil Slides de Missões soldado de Cristo STEC João Pessoa testemunho cristão Trabalho evangelístico com jovens adolescentes e crianças Tradução da Bíblia Tribos Urbanas verdadeiro Evangelho de Jesus Vídeo Aline Barros Vem que está chegando o Natal Vídeo sobre o Crescimento do Islamismo no mundo ocidental Vídeo Voices Natal VINACC Visão Nacional da Consciência cristã Visão 2025 Visão Missionária visto para missionário Zapatta Piura-Perú